Backup Off-site

Ligação às 03:00am solicitando backup. Você acorda tranquilo?

Muitos de nós já foram acordados com ligações ou mensagens de madrugada, com solicitações de recuperação de alguma informação. Como nos deparamos com isso? Com certeza bate um frio na espinha e a pulga atrás da orelha em relação com a integridade ou não dos dados que deveriam estar protegidos nos repositórios de backup.

Seráque aquela fita guardada em uma sala escura, provavelmente a mercê de mofo, umidade ou até mesmo uma falha mecânica responderá a altura na hora da recuperação?

E se por ventura o robô, da noite pro dia “mastiga” as fitas, como acontecia na época dos video-cassetes? Lembre-se: A tecnologia é semelhante à das VHS e também dos toca-fitas que seu pai tinha nos fuscas e chevetes dos anos 90.

Imagem relacionada

Fala-se muito em mantermos cópias de dados off-line, mas precisamos garantir que as mesmas sejam armazenadas corretamente. Quanto maior a retenção, mais difícil de garantirmos que a vida útil aguente oque for necessário.

Além dessa preocupação, temos inúmeros pontos negativos que envolvem o uso de fitas tradicionais:

  • Gestão e controle manual de fitas;
  • Custo com mão de obra para gerí-las e manuseá-las;
  • Processos lentos e janelas curtas para restores;
  • Problemas físicos e equipamentos caros;
  • Falta de elasticidade;
  • Facilidade de corrompimento de cadeias de backup;
  • dentre outros.
Resultado de imagem para datacenter tape

Pensando nisso e seguindo tendências, novas soluções modernas, robustas e com um CAPEX baixo, extremamente baixo pois é trocado por OPEX, surgiram para auxiliar o profissional de TI ter uma boa noite de sono.

Imagina possuir o mesmo cenário acima, mas com um conceito um pouco diferente: Virtualizar a sua infraestrutura de Fitas. Isso mesmo!

Nos assustamos com o termo “virtualizar” nos anos 2000’s envolvendo servidores. Aconteceu o mesmo com a virtualização de storages com o vSan, virtualização de redes com NSX. Hoje, fala-se em SDDC (software defined datacenter), conteiners, cloud, e por quê não virtualizar a fita?



Resultado de imagem para virtualization tape



Acredite ou não, mas ela já foi virtualizada. Chamamos de VTL (Virtual Tape Library).

Com ela, virtualizamos suas fitas e dispositivos de gravação com elasticidade, apresentando-a para sua ferramenta de backup exatamente como uma fita física. Seus jobs de backup para fita funcionarão da mesma forma que a atual, mas com uma vantagem: seus dados serão armazenados em uma ou várias clouds de forma totalmente segura e ágil, sem riscos de ransomwares. Sinta-se a vontade com Amazon ou Azure conectadas à sua VTL e garanta a regra 3-2-1 com uma cópia off-line de seus dados a baixo custo. 

E o melhor de tudo: Sem gestão manual, necessidade de montar e apresentar fitas para seu robôzinho empoeirado.

Durma tranquilo, permita que nossa equipe de engenheiros ajude sua empresa a conquistar noites de bom sono…chame a Plattano Technologies, empresa certificada em soluções de proteção de Datacenters, parceira VMware e Veeam no Brasil.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *